quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Para lhe encher de mimo o coração...

cold by ~ellepa
Os correios estão fechados. Fechados, fechadinhos. Já nada posso fazer, se não estar sentadinho, com a carta na mão a barafustar aos sete ventos, e aos dois ou três mares que já foram nossos, para que o senhor carteiro, me venha abrir a porta para lhe poder dar a carta, para que percorra uma dúzia de quilómetros para chegar a casa da namorada. que morre de saudades da minha letra, dos meus amores e beijinhos no final da carta. É só por isso que lhe escrevo. Tudo por causa do final da carta. A despedida, para lhe encher de mimo o coração, dando-lhe como um abraço centenas de beijinhos literários para se encher de emoção, a fim de me responder de volta com os seus milhares de sorrisos que empestam a carta.

Por mais voltas que dê na cama, pensando na saudade que caminha milhares de quilómetros nos dois sentidos, desconforto-me por ansiar demasiado por um beijo teu, nestes lábios que sentem sede de ti.

4 comentários:

  1. sp achei curioso um rapaz escrever tão bem, são minunciosamente. n te digo q adorei ou me atrevo a transcrever uma expressão tua, desses comentários já tu tens todo o santo dia. fico-me pela vontade de receber essa carta no meu correio, ahah;)

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho