segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Das relações.

Quero, através de algumas palavras, tentar explicar uma pequena visão que tenho acerca do final de cada relação. Uma pequena crítica construtiva, vá!
Deixem-me dizer que desprezo todo e qualquer pensamento de fatalidade numa relação. E com isto, não quero dizer que sou um belo de um sonhador que acha que todas as relações que construímos duram para sempre. Não, não é isso.

Acho que quando arriscamos ir mais longe em qualquer relação, criando logo uma certa cumplicidade, essa pequena noção que temos que um dia tudo irá acabar deverá desaparecer.
Vivam como se a relação fosse durar para sempre! É isso que interessa. Se é isso que querem porque não corresponder a essa expectativa?

Se entrarem numa relação (seja de amizade ou mesmo de amor) e ficarem a olhar lá para a frente, para o fim (se é que ele existe), vão esquecer-se de dar o máximo cá atrás. E o máximo cá atrás é que pode fazer toda a diferença para que esse fim se prolongue ou deixe mesmo de existir.

Caramba... As certezas, embora odiadas, também são precisas. São as nossas pontes, os nossos suportes. E se eu não tiver a certeza que vou ficar contigo para sempre, que é isso que quero, quem sou eu para dizer que me entrego e tento manter esta relação? Todo o ímpeto e entrega desaparecerão à partida.
Agora escolham. Querem viver à espera de um fim (como se isso magoasse menos) ou querem pensar que amanhã eu vou estar aqui?

8 comentários:

  1. concordo contigo..não podemos querer adivinhar o futuro e achar que haverá um fim, pois se pensarmos assim, vamos ficar sempre no mesmo lugar.. e vamos perder o melhor que a vida tem para nos dar

    ResponderEliminar
  2. em cheio...simplesmente perfeito! (:

    ResponderEliminar
  3. Vale sempre dar o maximo. (: gostei bastante :)

    ResponderEliminar
  4. Gostei da tua critica e concordo muito quando dizes que as pessoas devem viver as relações como se durassem para sempre, pois acho que não se devem preocupar com o futuro, sendo ele bom ou mau. Viver um dia de cada vez e claro com optimismo.
    Já agora este é o meu novo blog http://sussurroproibido.blogspot.com/ , se passares por lá espero que gostes :)
    Um beijo*

    ResponderEliminar
  5. AMEI!
    agradeço muito a tua apreciação doce (:

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho