quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

E depois?


E depois...
Ela volta atrás, aquele amor é demasiado forte para ser esquecido e terminado. Aquele amor que lhe gelava o sangue tinha voltado e com mais força que nunca. Então, ela volta atrás e ele promete-lhe o mundo. Confessa-lhe que nunca deixou de a adorar. Fá-la acreditar que é possível, que aquele é o caminho, que aquele amor é para sempre. Mas... num instante veloz, tudo muda e ele volta a magoá-la, mostrando que nunca iria resultar e que é melhor serem amigos, bons amigos. Diz que lhe guarda um carinho especial para sempre, que será continuamente a menina dele, mas que não dará mais. E ela, ela suplica-lhe para ficar, diz-lhe que juntos vão tornar o sonho possível, mas não conseguiu obter uma única palavra que desejava ouvir. Ele, ele dá-lhe um beijo na testa, sussurra-lhe "promete-me que vais ficar bem, por favor" e parte, sem olhar para trás. Ela entra no carro e olha-o, ao longe, até desaparecer entre a distância e a noite. Ambos seguem caminhos opostos... para sempre?

7 comentários:

  1. So sad..I dont get it..
    Why they dont work things out.. together.

    ResponderEliminar
  2. gostei, gostei muito.
    e para sempre é muito tempo. se tiver de ser, será

    *

    ResponderEliminar
  3. Gostei de ler. Acredito que nada é para sempre, nem esses caminhos opostos*

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho