sábado, 31 de outubro de 2009


                    Impossível é guardar
                                    o
                                 R
                                   i
                                    o
                                    Que
                                Des
                                      agua
                                   No
                                         no
                                            sso
                                   Passado

Ontem já lá vai, daqui a 5 minutos já é futuro. Vivamos o presente, de uma vez por todas?

9 comentários:

  1. ADOREI a mensagem!
    ADOREI a escrita!
    Fazes magia com as letras!
    (e eu que nem costumo gostar deste tipo de "poemas" a fazer "imagens" com as letras)

    ResponderEliminar
  2. como da primeira vez, fiquei parva a olhar para isto.

    vivemos agora x)

    ResponderEliminar
  3. Olho a foto e sei já que o texto é teu :)
    És inconfundível.

    ResponderEliminar
  4. Mas que escrita:)
    tens aqui um belo blog, vou seguir-te tambem'
    beijinho ^^

    ResponderEliminar
  5. o ontem era o que era já pra ter sido e o futuro é o que será. O presente é isto, o agora e eu acho (e também já li algures) que se chama assim porque é isso mesmo, um presente; algo que não podemos desperdicar, uma dádiva.
    Adorei a escrita, Afonso, as usual :) *

    ResponderEliminar
  6. Bem, eu já tinha o blog inactivo quase à um anos, mas vim até cá matar saudades e encontrei alguns comentários que nem sabia que existiam, tal como o teu. Obrigada pelas palavras, e eu, igualmente, também te vou seguir.
    E quanto ao que li aqui, gostei muito, mas.. Não é assim tão impossivel. (:

    Ps. O dia 22, seja de que mês for, altera-me os passos.
    Um beijinho e obrigada. *

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho