terça-feira, 4 de outubro de 2011

"O Amor dói. O Amor dói porque o Amor é uma escolha. E as escolhas doem."

13 comentários:

  1. talvez nem fosse a mesma coisa se não doesse, por vezes (:

    ResponderEliminar
  2. Será mesmo uma escolha? A meu ver pode perfeitamente atacar-nos sem que tenhamos qualquer opção de escolha, visto que ainda não nos é possível, enquanto seres humanos, controlar tudo aquilo que sentimos e sendo o amor um sentimento poderá definitivamente ser incontrolável. A única escolha que pode ser feita é se resolvemos entregar-nos a esse amor ou não e aí sim a escolha pode pesar e doer.

    ResponderEliminar
  3. é, mas há escolhas que doem de uma forma tão boa, quase como se a dor fosse só um efeito secundário sem importância (:

    ResponderEliminar
  4. Não acho que o amor seja uma escolha porque se o fosse, só amavas quem querias amar.
    A escolha começa, tal e qual a Vera disse, quando decides se queres ou não admitir esse amor. E é aí que pode doer :)

    ResponderEliminar
  5. perfeito !
    é verdade , as vezes com poucas palavras conseguimos escrever um livro *

    ResponderEliminar
  6. Eu diria que Amar não é somente gostar perdidamente de alguém :P
    Uma vez disseram-me "O Amor é uma atitude." É essa atitude que chamei de escolha e é essa escolha que nem sempre é fácil. Não por não querermos amar mas porque amar tem consequências com que pode ser dificil lidar.

    ResponderEliminar
  7. As consequências de amar são boas, ainda que aqui e ali haja uma externalidade negativa!

    ResponderEliminar
  8. Consoante a dificuldade da entrega, esta pode ou não ser considerada tal externalidade :P

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho