sábado, 29 de janeiro de 2011

eventualmente..

Eu sei que prometeste que não ias embora, no entanto, tudo o que eu consigo pensar, é se não haverá um dia em que eventualmente encontras uma outra casa, talvez uma que te faça melhor que eu. Sabes, sinto-me mesmo mal por duvidar de ti. Já me disseram que as promessas são feitas apenas para nos encher o coração mas, se não acreditarmos nelas como sobrevivemos nós ao vazio?

5 comentários:

  1. Uma dúvida que sempre nos cerca quando amamos: Sou boa o suficiente para fazê-lo(a) feliz como este(a) me faz? Temos que acreditar em nós ou ninguém acreditará.

    ResponderEliminar
  2. gostei imenso. post bastante sentindo, sem duvida. (;
    a seguir. *

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho