sábado, 20 de junho de 2009

é no aconchego de um lençol e um murmúrio de um vai correr tudo bem que adormecemos. e quanto mais me exigirem, pior fico, mais faço.
se é de grandes esforços que nascemos, porque não nutrir esforço em pequenos gestos?
um beijo na testa e boa noite, meu amor.
somos capazes.

4 comentários:

  1. «se é de grandes esforços que nascemos, porque não nutrir esforço em pequenos gestos?»
    Se pensarmos bem nem custa assim tanto.
    Gostei muito :)

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho