domingo, 22 de maio de 2011



Deixar tocar até aos 30 segundos. Depois começar a ler..


As lágrimas caem-te pelo rosto, pequenas gotas de água que transbordam do coração. Partido, é como ele está. Enquanto não houver remendo, os sorrisos enternecedores escassearão da tua face e os teus olhos, os teus lindos olhos que tanto amo serão uns olhos manchados pela dor da perda e da desilusão. Quem te fez isso, não devia gostar de ti. Não. Como eu gosto, não!
Olho para ti ao longe, cabisbaixa que andas, distraída da alegria que passa a correr ao teu lado. Não gosto de te ver assim, mas neste momento não me importo. Não me importo porque o tempo é teu. Todo teu. Para te amedrontar a melancolia e beijar o coração em pequenos abraços de amor estou cá eu.
Já nada importa e os teus olhos brilham. Não fosse eu, afinal, um perfeito ladrão de sorrisos.





6 comentários:

  1. Está perfeito... Esta descrição faz-me lembrar a descrição daquilo a que chamamos anjos... Será que também os há na forma de humanos? Acredito mesmo que sim :)

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho