quarta-feira, 22 de junho de 2011

sdrawkcab

calou-se. enquanto a olhava sentia-se envolvido por uma ternura desconfortável, como se sentisse o fulguroso crepitar da lareira em pleno verão. tentava escapar ao contacto directo entre os olhares - as lágrimas que derramava eram ainda um segredo. sentou-se numa pedra a fingir de banco e rodou disfarçadamente o corpo para ver se ela lhe seguia o gesto. ela, porém, permanecia imóvel. voltou a tapar o rosto com as mãos e quando o ergueu de novo, ela tinha desaparecido.


outra vez o mesmo assunto?; a exaltação dominava o seu olhar furioso; não te disse já que não queria falar sobre isso?; mas eu só queria saber porque é que não me disseste nada; não tens nada a ver com isso, se não disse foi porque não havia nada para dizer!; ele olhou-a de cima a baixo sentindo-se um tanto ou quanto perdido: não querias que eu soubesse? porquê?; um pesado silêncio abraçou as suas vozes, mas não demorou a ser quebrado: cala-te!


enternecidos, os olhares dos dois cruzavam-se constantemente. e não só os olhares. também os lábios e as línguas. quem os viu garante que o cheiro era a felicidade com um travo delicioso de limão. por momentos paravam, de mãos dadas e corpos cruzados. paravam tão-só para se contemplarem um ao outro. entre dois sorrisos e meio copo de leite, ele pegou numa caneta e desenhou-lhe um coração nas mãos. ela sorriu. um momento de silêncio: porque é que não me disseste nada?


esta é que era a ordem certa, meu bem.




PS: Já agora, parabéns à Carolina (PR''), autora deste blogue, que hoje faz aninhos :b

9 comentários:

  1. adoro, Nunocas! (é tão giro chamar-te Nunocas xb)

    ResponderEliminar
  2. Que textão, Nunola! :)
    Obrigada! (assim é batota!) :) *

    ResponderEliminar
  3. ah ah ah, claro que não é batota Carolineta!

    (agora vêm para aqui chamar-me todo o tipo de nomes xb)

    ResponderEliminar
  4. Percebe-se. Para quem não é burro x)

    Parabéns carolina ;)

    ResponderEliminar
  5. É sim! :P

    (És uma pessoa com muitos nomes - deveria arranjar-te outro? :P)

    Obrigada, Nuno :)

    ResponderEliminar
  6. por vezes não custa tentar inverter o sentido das coisas!...

    Gostei (:

    ResponderEliminar
  7. (ai Nuno, não chames burro às pessoas, que houve quem não percebesse xDD)

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho