terça-feira, 21 de junho de 2011

Sei de tudo o que passei a teu lado. Sei. Foi bom, super bom, conheci-te no lado bom da vida. Mas quero-te pedir desculpa. Quero-te pedir desculpa porque não fui capaz de cuidar de ti. Porque não estava contigo naquele dia. E tu contaste-me, a história já escrita nas lágrimas que palpavam caminho abaixo no teu rosto. "Fui roubada". Eu olhei-te para dentro do peito mas ainda lá tinhas o coração. "Não, não é isso...". E eu tive medo. Na tua face apenas podia ver um pequeno arco a apontar para baixo. As tuas costas? Nuas. Não tive reacção... Mas onde estava eu quando tu precisavas de mim?
Percebi. Roubaram-te o sorriso, meu anjo. E as asas? E agora, nem eu nem ninguém para tas devolver. Prometo que vou andar contigo, carregar-te ao colo, plantar-te 2 sementinhas e olhar por elas todos os dias. No teu rosto vou ver um sorriso ainda mais bonito do que o primeiro. Nas costas duas asas ainda mais resplandecentes. E eu? Eu vou ser feliz. Prometo.

A anjos não se cortam asas.

3 comentários:

deixa tu também letras soltas no caminho