segunda-feira, 19 de abril de 2010

Forças

Julgamos que é a pior coisa do mundo, que nos vai consumir por dentro, destruir cada memória e no seu lugar colocar dor e sofrimento. Achamos que já não sabemos viver assim, queremos aquela vida, temos medo de sair daquele porto seguro, que nos dava aquela sensação de calor e paraíso. Tememos a saudade, a vontade de voltar a consumir só mais uma vez, dispomo-nos a ser um amor descartavel para tentar substituir o que antes existiu.
No meio de tudo isto, esquecemo-nos de nós, da nossa componente singular. Acredito que podemos ser completos sem a dita cara-metade, temos força para muita coisa, basta dominar este medo irracional. Somos capazes de revirar o mundo, somos capazes de ser felizes!

(Parabéns ao letras e em especial ao criador,
por esta ideia maravilhosa!)

6 comentários:

  1. A nossa felicidade depende apenas de nós. Não depende de mais ninguém.

    Um beijinho
    António

    ResponderEliminar
  2. ~Eu acredito que sim!
    Texto lindo *.*

    ResponderEliminar
  3. concordo plenamente, até porque, se não tivermos força para viver por nós próprios, nem com a dita "cara-metade" podemos ser felizes!
    Quando digo viver por nós próprios, não digo viver sozinhos, mas sim acompanhados por amigos e pessoas de quem não dependemos inteiramente, mas que não têm de ser menos importantes por isso. são, na verdade, até mais importantes, porque lhes damos mais valor do que se simplesmente formos obcecados!

    adorei o texto =)

    (obrigado xD corrige-me se estiver enganado, mas para que saibam, já agora, a Alexandra foi uma das primeiras colaboradoras do "letras no caminho" - entrou a 22 de Abril)

    ResponderEliminar
  4. Estás certíssimo, fui das primeiras sim senhor :) *

    ResponderEliminar

deixa tu também letras soltas no caminho